Deus não está na Cabana

Minha opinião sobre o filme A Cabana: UM COMPÊNDIO HERÉTICO DE DOUTRINAS DE DEMÔNIOS.

O maior “despautério bíblico” a “doutrina humanista da salvação incondicional” encontrada do início ao fim. Prega explicitamente questões de universalismo, redenção universal e reconciliação total.

O “Deus”de A Cabana apresenta seu amor suficiente o bastante para salvar a todos, não importa o quanto se errou e se, eu disse se, houve arrependimento. Isso mesmo: NÃO HÁ NECESSIDADE DE ARREPENDIMENTO.

Contradiz a bíblia com a ideia de que não há inferno, nem para o diabo e seus anjos. Não apresenta como as pessoas podem vir a Deus e achar perdão.

Além de ser ofensor ao apresentar uma trindade de uma forma deturpada: um Deus que não é onisciente, um Jesus que não é divino e um Espírito Santo que não regenera o pecador.

Vivemos numa era de um analfabetismo bíblico tão grande que doutrinas espíritas implícitas (amenizando, pois muitas são explicitas mesmo) não são percebidas por boa parte dos “crentes” que chegam a indicar o filme.

Veja o absurdo, Jesus diz a Mack: “Aqueles que me amam vêm de todos os sistemas existentes. São Budistas ou Mórmons, Batistas ou Muçulmanos, Democratas, Republicanos e muitos que não votam ou não fazem parte de qualquer reunião dominical ou instituição religiosa”. Jesus acrescenta, “Eu não tenho nenhum desejo de torná-los cristãos, mas apenas acompanhá-los em sua transformação em filhos e filhas do meu Papa, em meus irmãos e irmãs, meus Amados”. Mack lhe pergunta: “todos os caminhos levam a Cristo”? Jesus responde: “muitos caminhos não levam a lugar algum. O que significa que eu vou caminhar por qualquer caminho para te achar”.

Acredita nisso? Jesus (do filme) diz que vai usar vários caminhos para achar o homem. HERESIA. Ecumenismo. Esconde nas entrelinhas que mais de um caminho leva a Deus.

Mas pastor, você pode dizer, o filme é tão bonito! Lembre-se: o diabo também era!

Na boa, não quero causar polêmica, mesmo não tendo medo delas, mas apenas alerta-los: “Pois virá o tempo em que [muitos] não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos.
Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos.
Você, porém, seja sóbrio em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o seu ministério.”
2 Timóteo 4:2-5