Uma reflexão sobre Doutrina

“Doutrina” significa “alguma coisa ensinada, ensinamentos, instrução; os princípios da religião que são ensinados; ou mais literalmente: “ensinar a essência”.

A “doutrina” evangélica se refere as verdades da Palavra de Deus que nos foram ensinados. A palavra “doutrina” é usada mais de cinquenta vezes na bíblia (versão atualizada), como podemos ver em Atos 2:42 onde lemos: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.”

Muitos tem confundido “Teologia” com “Doutrina” e na verdade são coisas diferentes.

Teologia significa: o estudo de Deus, das doutrinas religiosas e dos assuntos pertinente a divindade.” Teologia é uma combinação sistemática e lógica de fatos certificados apresentados de forma ordenada e lógica.

Enquanto a Teologia se refere principalmente ao conhecimento da verdade de Deus, a doutrina denota a prática dela. Vejo na orientação de João 13:17 a apresentação destas duas na vida do crente: “Se sabeis estas coisas (teologia), bem-aventurados sois se as fizerdes (doutrina).”

Antes de tratarmos essencialmente de doutrina, quero mostrar como a teologia se divide, que inicialmente, é em 6 partes:

  1. Teologia Exegética:

    “Exegese” significa “conduzir, dirigir”. Se tratando de teologia, se refere à análise e interpretação das Escrituras. A teologia exegética trabalha com o conteúdo bíblico, arqueologia bíblica, introdução bíblica e hermenêutica bíblica.

  2. Teologia Histórica:

    Estudo da história bíblica, história da igreja e história da doutrina.

  3. Teologia Dogmática:

    Trata-se do estudo daquilo que é colocado como “credo” da igreja, Dogma é um termo de origem grega que significa literalmente “o que se pensa é verdade”. Na antiguidade, o termo estava ligado ao que parecia ser uma crença ou convicção, um pensamento firme. A diferença entre dogma e doutrina é esta: Dogma é a declaração do homem de uma verdade colocada (como um credo), doutrina é a revelação de Deus da verdade como encontrada nas escrituras.

  4. Teologia Bíblica:

    Estuda as verdades através dos Livros da Bíblia, vista de várias formas, nas quais, cada um dos escritores apresentam doutrinas importantes. É uma comparação progressiva quando tratamos de uma doutrina, por exemplo: Doutrina da Expiação, a teologia bíblica mostraria como ela se apresenta no Antigo Testament, nos Evangelhos, em Atos e nas cartas (epístoloas) de Paulo, Pedro, Tiago e João.

  5. Teologia Sistemática:

    Se preocupa com a organização ordenada em tópicos das doutrinas concernentes a Deus, ao homem, aos anjos, ao pecado e a salvação. É uma sistematização da maioria das doutrinas fundamentais da teologia bíblica.

  6. Teologia Pastoral:

    Também chamado de prática pastoral, nos seminários, trata da obra pastoral como: educação cristã, administração eclesiástica e etc. Seu alvo é na prática da teologia da regeneração, edificação e educação do homem.

Agora que você conheceu um pouco do que se trata a teologia, quero focar no assunto doutrina.

Precisamos entender qual o propósito da doutrina na vida cristã. No início do evangelho de Lucas é apresentado o propósito da doutrina e da teologia também:

Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado“. (Lucas 1:1-4)

Analise comigo:

  • “Pôr” – é extrair uma narrativa
  • “Em ordem” – significa de forma a ser entendida, em sequência;
  • “Uma narração” – uma declaração completa dos fatos;
  • “Daquelas coisas que entre nós se cumpriram” – coisas pertinentes ao evangelho de Jesus Cristo;
  • “Informado” – significa: oralmente instruído; Vem do grego “Katecheo” que significa: “instruir fazendo perguntas e corrigindo respostas”. A palavra catecismo é derivada dela; A palavra “informado” ou “instruído” é usada também em Lucas 1:4; Atos 18:25 e Romanso 2:18.

O propósito dos estudos doutrinários e teológicos colocados em uma ordem sistemática é para instruir, informar os crentes para que ele possa conhecer a certeza destas verdades; É para encoraja-lo a batalhar “pela fé que uma vez foi dada aos santos” (Judas 3).

É importante reconhecer que nenhum homem pode limitar Deus a meros “artigos de fé” ou “declarações doutrinárias”, pois agradou a Deus, revelar-se nos 66 livros da bíblia ao invés de em alguns artigos doutrinários.

Continua…